Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

x
x
Suplementos alimentares: pessoas com diabetes podem tomar?

Suplementos alimentares: pessoas com diabetes podem tomar?

Suplementos alimentares: pessoas com diabetes podem tomar?
6 minutos para ler

Suplementos alimentares são importantes meios de fornecer ao organismo nutrientes dos quais se esteja necessitando em razão de alguma condição existente. Assim, a pessoa com diabetes pode apresentar uma demanda específica e, sob a devida orientação, fazer uso de suplementação alimentar como solução.

Ao mesmo tempo, leve em conta que entre as principais iniciativas para conviver bem com o diabetes está o trabalho de controle da alimentação. Isso significa que a pessoa nessa condição deve ter sempre atenção com tudo que utiliza nesse sentido, como bebida, alimento ou suplemento.

Continue a leitura e descubra se pessoas com diabetes podem tomar suplementos alimentares.

O que são suplementos alimentares?

Suplementos alimentares são produtos que se apresentam com a função de complementar a alimentação ou a dieta adotada. Seu principal papel consiste em aumentar a quantidade de determinado nutriente ingerido em função de maiores demandas do organismo que apenas a alimentação não proveria adequadamente.

Assim, se você necessita de um determinado nutriente ou complexo de nutrientes que sua alimentação não conseguiria fornecer, seja pela composição ou pela quantidade, você pode optar pelo uso de um suplemento. Geralmente, os suplementos são encapsulados ou podem ser apresentados na forma de pó para diluição e ingestão líquida.

Quais os principais mitos e verdades sobre suplementos alimentares?

A alimentação é um aspecto de grande importância para as pessoas com diabetes. Nesse sentido, muitas afirmações generalizadas podem induzir ao erro quando se tratar de um caso específico. Em outras palavras, o que pode ser fato para a condição de uma pessoa, pode não ser para a de outra.

Assim, além de trabalhar na sua reeducação alimentar, conheça a seguir alguns dos principais mitos e verdades sobre a suplementação alimentar para pessoas com diabetes e fique bem orientado. Acompanhe.

Suplemento de zinco melhora o controle glicêmico (verdade)

Até este momento, tanto pesquisas como trabalhos de revisão bibliográfica indicam uma relação muito próxima entre a deficiência de zinco e o diabetes e suas complicações. Sabe-se que a deficiência em zinco reduz a secreção de insulina e a capacidade de conexão entre esta e seu receptor, além de causar outras alterações pertinentes.

Pessoas com diabetes podem apresentar deficiência proteica (verdade)

De fato, pessoas com diabetes podem apresentar deficiência de proteínas em seu organismo. Existem razões para que isso ocorra no metabolismo normal do corpo, e não é difícil entendê-las.

A insulina impede que ocorra a degradação das proteínas e, além disso, estimula sua produção no músculo esquelético. Dessa forma, uma deficiência desse hormônio, como ocorre no organismo da pessoa com diabetes, pode levar a perdas proteicas e, como resultado, também de massa muscular.

Pessoas com diabetes podem utilizar apenas suplemento de zinco (mito)

Pessoas com diabetes podem apresentar deficiências em outros nutrientes, como em magnésio. Deficiências nutricionais, se não tratadas adequadamente, podem permitir a evolução do diabetes e levar a situações mais sérias para a pessoa nessa condição. Nesses casos, a suplementação orientada pode ser a solução.

Toda pessoa com diabetes precisa de suplementação alimentar (mito)

Na verdade, toda pessoa com diabetes precisa manter o controle de sua alimentação. Essa gestão do que se come e a maneira como as refeições são realizadas pode envolver restrições de quantidade e qualidade, assim como necessidade de suplementação de determinados nutrientes.

Nesse caso, não se pode generalizar e afirmar que todos os indivíduos em condição de diabetes necessitam de suplementação alimentar. Cada situação própria de cada pessoa indicará o caminho da necessidade ou não. De modo geral, essa é uma avaliação realizada pelo nutricionista e pelo médico.

Como deve ser a dieta de uma pessoa com diabetes?

De modo geral, o cuidado maior na alimentação da pessoa com diabetes deve focar, inicialmente, no volume de glicose que poderia se concentrar em sua circulação sanguínea após uma refeição. Assim, a dieta para essa condição visa principalmente reduzir o consumo de alimentos que promovam aquele excesso.

Leve em conta que controlar a ingestão de carboidratos simples, assim como de alimentos ricos em farinhas refinadas, gorduras e proteínas, deve ser o principal cuidado. Disso resulta que a dieta de uma pessoa com diabetes deve priorizar alimentos ricos em fibras, gorduras saudáveis e carnes magras.

Para esse fim, podem ser considerados essenciais os seguintes alimentos, entre outros:

  • frutas com casca;
  • cereais integrais;
  • vegetais frescos;
  • azeite de oliva;
  • peixes brancos;
  • aves.

No mesmo sentido, devem ser evitados alimentos que carregam grandes quantidades de açúcares ou carboidratos simples, como:

  • açúcar e doces em geral;
  • chocolates;
  • bebidas açucaradas;
  • tubérculos em geral (batata, batata-doce, mandioca, inhame);
  • carnes processadas e embutidos;
  • bebidas alcoólicas.

Outro aspecto importante a ser considerado consiste em implementar o hábito de realizar mais e menores refeições. Dessa forma, adotando de 4 a 6 refeições por dia, fazendo um intervalo de 2 a 4 horas entre elas, consegue-se evitar a hipoglicemia, constituída pelos baixos níveis de açúcar no sangue, tão prejudicial quanto os excessos (hiperglicemia).

Finalmente, considere que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado, uma vez que o álcool pode alterar a glicemia para mais (hiperglicemia) ou para menos (hipoglicemia). O efeito dependerá da condição no momento da ingestão.

Quais os principais riscos do uso indevido de suplementos alimentares?

A primeira premissa a ser adotada é que uma boa refeição equilibrada e saudável, indicada para a pessoa com diabetes, não deve ser substituída por suplementos. Considere, sobretudo, a função que reside no próprio nome: suplementar alguma deficiência existente ou suprir uma demanda maior que o normal.

Desse modo, a utilização de suplementos alimentares não deve conduzir a uma situação de excesso de consumo de um ou vários nutrientes. Sua utilização, especialmente por pessoas que devem controlar sua dieta, como aquelas com diabetes, deve seguir orientações de um profissional habilitado.

O consumo indevido desses produtos pode trazer inúmeros efeitos indesejados, desde simples desconfortos (flatulência e transpiração excessiva) até efeitos mais sérios, como hipertensão, aceleração cardíaca e sobrecargas dos rins e do fígado, entre outros. Não é, portanto, um assunto para você tratar sem os devidos cuidados.

Como você pode ver, os suplementos alimentares têm sua função e podem ser empregados pela pessoa com diabetes, mas sob orientação de um nutricionista para que sejam eficientes em sua utilização e não se corra o risco de danos ao organismo e à saúde do indivíduo.

Então, se você gostou deste post, considere dividi-los com seus amigos. Compartilhe o conteúdo em suas redes sociais! E aproveite para baixar o nosso guia gratuito sobre reeducação alimentar;

Comentários

Você também pode gostar
-