Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

x
x
Prostatite: entenda as causas, sintomas e tratamento

Prostatite: entenda as causas, sintomas e tratamento

Prostatite: entenda as causas, sintomas e tratamento
4 minutos para ler

Quando se trata da saúde masculina, a próstata apresenta um aspecto à parte. Muitos acham que os cuidados se voltam para ela apenas para prevenção de câncer. Porém, a prostatite também merece atenção.

A princípio, é necessário entender que a próstata é uma glândula que existe apenas nas pessoas do sexo masculino. A principal função dela é a produção do líquido ejaculatório. Portanto, contribui para a composição do esperma.

Ela se localiza logo abaixo da bexiga e bem em frente ao reto. É importante saber isso para entender as possíveis causas da prostatite. Além disso, ela tem contato íntimo com uma porção da uretra. Chega de conversa, vamos à doença!

Entenda o que é prostatite

Como nos demais “ites” na medicina, na prostatite existe um processo inflamatório que acomete a próstata. Geralmente, acomete homens mais velhos, sendo mais raro em adolescentes. 

Os sintomas gerais dela são aqueles que afetam o trato urinário. Porém, existem algumas manifestações específicas de acordo com o tipo de prostatite. No geral, podemos encontrar as infecciosas e, também, as não infecciosas.

Saiba quais as principais causas 

Agora sim, vamos entrar nas causas! Na prostatite infecciosa, por exemplo, existe uma infecção bacteriana vigente. Nestes casos, estão diretamente relacionadas as do trato urinário.

Portanto, na infecção urinária aguda, existe a possibilidade de que os microrganismos ascendam para a próstata por meio da uretra. Já na crônica, as bactérias vão infeccionar o líquido produzido na glândula, o que dificulta o tratamento.

Além da ascensão bacteriana, existe a possibilidade de infecção por refluxo de urina infectada ou mesmo de contato com bactérias do reto. Por fim, as causas não infecciosas são as mais comuns. Mas, as causas exatas continuam pouco esclarecidas.

Conheça os possíveis sintomas

Vimos acima as principais causas de prostatite. São elas que vão determinar os sintomas específicos. No caso da bacteriana aguda, por exemplo, a febre é uma característica importante.

Já na crônica, não observa-se febre, mas pode haver sangue no esperma ou mesmo dor após ejacular. Existe, ainda, o risco de formação de abscessos, os quais causam dor e incômodo.

Por outro lado, as manifestações urinárias acabam acometendo todos os tipos de prostatite. São elas:

  • dor ao urinar;
  • maior número de micção durante o dia;
  • acordar a noite para urinar;
  • sensação de urgência para esvaziar a bexiga;
  • vontade de urinar mesmo após ir ao banheiro.

Descubra como é feito o tratamento

Por fim, para resolver o quadro, é preciso diagnosticá-lo e tratá-lo. No caso do diagnóstico, as próprias manifestações comentadas acima já são bem características. Raramente, requer outros exames, mas podem ser necessários para afastar outras causas e complicações.

Já o tratamento vai ser de acordo com a causa da prostatite. Nas infecciosas, é fundamental combater as bactérias por meio de antibióticos. Se houver formação de abscessos, é necessário drená-lo, o que requer uma avaliação especializada.

De toda forma, para uma melhor assistência nos casos de prostatite, é importante contar com a avaliação de um especialista. Ah, e não precisa deixar para depois! No entanto, sabemos que a tendência de muitos homens é negligenciar um pouco a saúde. Não seja um deles! Diante de qualquer sintomas, procure ajuda médica e resolva o caso antes que ele cronifique ou mesmo resulte em complicações.

Falando em próstata, que tal entender melhor a importância do Novembro Azul?

Comentários

Você também pode gostar
-