Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

x
x
Como melhorar a imunidade da família? Confira! - Blog Linha WinSocial

Como melhorar a imunidade da família? Confira!

Como melhorar a imunidade da família? Confira!
6 minutos para ler

Aprender como melhorar a imunidade da família pode evitar diversos problemas físicos, emocionais e financeiros. Afinal, o surgimento de doenças causa estresse, medo, preocupação e também pode gerar gastos com medicamentos e hospitalização. 

Além disso, fortalecer o sistema imunológico se torna ainda mais importante em alguns períodos, como no inverno, que eleva a circulação de vírus. Logo, seguir os cuidados adequados contribui para prevenir e tratar adequadamente gripes e resfriados, doenças comuns dessa estação. 

Então, quer conhecer os principais cuidados para elevar a imunidade da família? Continue a leitura e fique por dentro da temática!

O que é imunidade?

Primeiro, saiba que a imunidade consiste em um mecanismo de defesa do organismo contra agentes invasores, como vírus, bactérias e germes. Assim, quanto mais fortalecida for a imunidade de alguém, maior é a capacidade de resistir a causadores de doenças.

Essa imunidade é garantida devido a células, tecidos, moléculas e órgãos que atuam no sistema imunológico. Conjuntamente, é como se eles formassem uma barreira protetora que impede a invasão de alguns elementos. 

Assim, a imunidade pode ser classificada de algumas maneiras: inata ou adaptativa e ativa ou passiva. Saiba mais sobre cada uma:

  • imunidade inata: é presente nos indivíduos desde o nascimento, como cílios e mucosas, que fazem barreira contra sujeiras, por exemplo;
  • imunidade adaptativa: é adquirida durante a vida após o contato com agentes infecciosos, o que pode ocorrer naturalmente, como na transferência de anticorpos (proteínas que avisam ao corpo a existência de agentes causadores de doenças) da mãe para o feto, ou de modo artificial, como com a vacina ou o soro antiofídico;
  • imunidade ativa: ocorre quando o próprio corpo produz a resposta imune;
  • imunidade passiva: o indivíduo recebe anticorpos sem precisar estimular o sistema imunológico.

Qual é a importância da imunidade?

Como visto, a imunidade é útil por formar uma barreira no corpo contra a ação de invasores. Isso é fundamental porque, diariamente, o ser humano fica exposto a milhares de germes, vírus e bactérias, o que é ainda mais intenso durante o inverno. 

Basta pensar na quantidade de elementos compartilhados em que as mãos encostam todos os dias, como maçaneta, transporte público, caneta, botão de elevador etc. Logo, isso facilita a disseminação de agentes contaminantes e que causam doenças, como a Covid-19.

Diante disso, se o organismo não tiver um forte mecanismo de defesa, o corpo fica mais suscetível a invasão desses agentes. Assim, ele se torna vulnerável a diversas doenças, das mais leves até as mais graves.

Quais cuidados seguir para melhorar a imunidade em família?

No último tópico, mencionamos a importância da imunidade e os riscos de ignorá-la. Agora, é o momento de conhecer algumas dicas para fortalecer o sistema imunológico. Acompanhe!

Evite o álcool

Sabemos que ninguém é de ferro e que o álcool costuma ser bem-vindo para comemorar realizações e socializar com pessoas especiais. Então, a ideia não é cortar totalmente o consumo dessa bebida, caso isso não seja aconselhado pelo seu médico, mas restringir a ingestão. 

Isso porque beber com frequência enfraquece o sistema imunológico. Logo, o corpo fica mais propício ao surgimento de doenças. A explicação é que, em contato com as células de defesa, o álcool atua como um tóxico. Então, ele causa danos às células e à estrutura responsável pela eliminação dos patógenos. 

Por outro lado, algumas bebidas alcoólicas, consumidas em pequenas doses e com menor frequência, podem fazer bem à saúde. Afinal, a partir delas, é possível melhorar a circulação sanguínea, reduzir o risco de doenças cardiovasculares, melhorar a vida social etc. No entanto, é imprescindível que o consumo seja equilibrado.

Faça exercícios físicos

A prática de exercícios físicos estimula o fortalecimento do sistema imunológico e, consequentemente, ajuda a melhorar a imunidade. Ainda, esse tipo de atividade ajuda a reduzir o risco de transtornos psicológicos, como ansiedade, depressão e estresse crônico. Esses problemas, indiretamente, se associam à imunidade fraca.

Outro benefício causado pela prática de exercícios físicos e que explica o fortalecimento do sistema imunológico é a queima de gordura. Dessa maneira, fica mais fácil controlar o peso do indivíduo e afastar o risco de obesidade, hipertensão, apneia do sono, diabetes e outras doenças que impactam a imunidade.

Percebeu a importância dos exercícios físicos para a sua saúde? Para obter os benefícios, é preciso que essa prática seja regular. Então, priorize atividades prazerosas, para você manter o foco e a disciplina em executá-las com frequência por pelo menos 30 minutos diários. 

Tome bastante água

A hidratação é essencial para que o organismo funcione adequadamente, inclusive as células de defesa presentes no sistema imunológico. Então, para fortalecer a sua imunidade, é essencial tomar bastante água. Desse jeito, você ajuda os órgãos do seu corpo a trabalharem da forma correta.

Nesse sentido, garanta o consumo de pelo menos 2 litros de água por dia. Essa é uma recomendação genérica, já que a ingestão adequada varia conforme idade, peso corporal e outras particularidades na rotina do indivíduo. Mas lembre-se de que álcool, chá, leite vegetal e suco não entram nessa contagem, certo?

Cuide do seu sono

Não é incomum encontrar pessoas que abdicam do sono para trabalhar, mexer no celular, participar de algum evento social ou por qualquer outro motivo. Contudo, essa escolha oferece riscos à saúde, como o enfraquecimento do sistema imunológico.

Uma das explicações é que a privação do sono estimula a produção excessiva de cortisol, hormônio associado ao estresse. Um dos efeitos da presença constante do cortisol é o aumento da pressão arterial.

Ou seja, isso pode causar alterações no organismo, como o enfraquecimento da imunidade. Portanto, a recomendação é que você durma cerca de 8 horas por dia, sempre respeitando o horário biológico do corpo e indo deitar à noite. Afinal, trocar o dia pela noite também afeta o sono e a saúde.

E então, gostou das dicas sobre como melhorar a imunidade da família? Colocá-las em prática é essencial para elevar a qualidade de vida e afastar o risco de diversas doenças. Em alguns casos, pode ser necessário recorrer ao tratamento medicamentoso para fortalecer o sistema imunológico. De todo modo, procure um médico para que ele possa recomendar o melhor método.

Quer acompanhar nossos conteúdos sobre saúde e qualidade de vida? Assine nossa newsletter e fique por dentro!

Comentários

Você também pode gostar
-