Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

x
x
Low Carb: o que você deve saber para fazer essa dieta - Blog WinSocial

Low Carb: o que você deve saber para fazer essa dieta

low-carb
6 minutos para ler

Low carb é uma dieta que limita o consumo de carboidratos. Como resultado, tem apresentado grande aceitação entre as pessoas que precisam controlar seus índices glicêmicos e aquelas que desejam uma perda de peso mais rápida.

Sua adoção, no entanto, requer alguns cuidados para que os esforços não sejam em vão. Trata-se muito mais de desenvolver novos hábitos alimentares restringindo alguns alimentos.

Continue a leitura e descubra o que você deve saber para seguir a dieta low carb.

O que é low carb?

Low carb, que pode ser traduzido como “baixo carboidrato”, é uma dieta que faz uso de poucas calorias por meio da restrição do consumo de carboidratos. Em razão de seus resultados, encontrou muitos simpatizantes que se tronaram aficionados.

Não se trata de eliminação do carboidrato como componente da alimentação, mas de sua redução. Acima de tudo, low carb se caracteriza mais como uma estratégia nutricional que induz ao consumo de alimentos mais saudáveis e menos calóricos.

É uma estratégia também porque tem como objetivo promover o consumo de alimentos preferencialmente naturais e caracteristicamente de baixo índice glicêmico. A quantidade proporcional de carboidrato que o indivíduo vai deixar de consumir será em função do metabolismo.

Quais os benefícios dessa dieta?

A dieta low carb visa reduzir a massa corporal formada principalmente por gorduras depositadas. No entanto, pode ser o caminho indicado para a pessoa que precisa manter controle sobre seu índice glicêmico.

Pessoas com diabetes devem considerar seguir uma dieta saudável. Nesse sentido, veja a seguir os principais benefícios que a low carb traz.

Controle da fome

A redução de carboidratos e o estímulo à alimentação natural, rica em fibras, promove um melhor funcionamento intestinal. Isso aumenta a saciedade, ou seja, mesmo após comer pouco, já se percebe uma sensação de satisfação com o alimento ingerido. O resultado é que se come menos.

Controle do índice glicêmico

Quando a ingestão de carboidratos é limitada, consegue-se alcançar melhores índices glicêmicos basais, assim como os valores para hemoglobina glicada. A pessoa pode obter melhores resultados a partir de, pelo menos, um ano de adoção da dieta low carb.

Emagrecimento rápido

De modo geral, dietas que restringem carboidratos tendem a surtir seus efeitos referentes à perda de peso mais rapidamente que a restrição de gorduras. Então, a menor disponibilidade de carboidratos no organismo induz à queima de gordura para geração de energia, levando à redução do peso mesmo nos casos de obesidade.

Redução na retenção de líquidos

A maior presença de carboidratos nas células do organismo induz à retenção de água. Assim, restringir sua presença no corpo faz com que ocorram maiores índices de eliminação de água. Como resultado, se costuma dizer que a dieta low carb “desincha o corpo”.

Como seguir a dieta low carb?

Quando se trata de conduzir as próprias iniciativas e adequar os hábitos alimentares não existe mágica. Alguns cuidados devem ser tomados, sobretudo um trabalho de autoeducação alimentar. Veja a seguir as principais medidas que devem ser adotadas.

Esteja atento ao que é permitido ou proibido

Adquira o hábito de alimentar-se conscientemente, ou seja, prestando atenção ao que está utilizando como alimento. A diversidade é muito grande e, portanto, você deve estar atento ao que é permitido e ao que não deve ser ingerido para obter os resultados que almeja.

Corte açúcar e derivados de farinha

Açúcar e amido refinado devem ser os primeiros a terem sua atenção para a restrição que deve ser adotada. Por exemplo, entre os derivados de farinhas, os praticantes da dieta evitar os alimentos produzidos com a farinha de trigo branca refinada.

Diferencie carboidratos bons e ruins

Considere o seu esforço de restrição em especial para os carboidratos que o organismo absorve rapidamente. Estes são os “ruins”, porque provocam uma explosão de insulina liberada na corrente sanguínea (alto índice glicêmico). Os “bons” são os carboidratos com baixo índice glicêmico.

Evite as raízes

Raízes são estruturas que os vegetais utilizam para o armazenamento de energia na forma de carboidratos. Ou seja, se você vai reduzir o consumo de carboidratos, deverá reduzir o consumo de raízes e seus derivados. Lembre-se, no entanto, dos “bons” e “ruins” e não generalize.

Use alimentos naturais

Quanto menos processados forem os alimentos utilizados, mais fácil será o controle do consumo de carboidratos. Isso ocorre principalmente porque carboidratos são mais baratos e utilizados sem limites na composição da maioria dos alimentos industrializados.

Quer umas dicas e algumas receitas?

Quando se fala em carboidratos “bons” e “ruins”, a referência é principalmente o índice glicêmico do alimento. De regra, os integrais são melhores que os refinados. Além disso, vai aqui uma lista prática para facilitar as suas iniciativas.

Carboidratos “bons” (complexos, com baixo índice glicêmico)

  • alimentos integrais;
  • batata-doce;
  • aveia;
  • sementes;
  • castanhas.

Carboidratos “ruins” (simples, com elevado índice glicêmico)

  • refrigerantes;
  • chocolate;
  • açúcar;
  • mel;
  • doces em geral;
  • farinhas refinadas;
  • macarrão;
  • arroz branco.

Receita de Crepioca Low Carb (para o café da manhã)

  • 1 ovo
  • Uma colher de goma de tapioca
  • Acrescente uma colher de queijo mussarela ralado
  • 1 colher de cream cheese
  • 1 fatia de queijo de sua preferência
  • sal e temperos a gosto
  1. Coloque o ovo, a tapioca e o queijo mussarela ralado em um prato fundo. Misture até formar uma massa homogênea. Se quiser, adicione temperos ao seu gosto.
  2. Coloque a massa aberta em uma frigideira untada com azeite de oliva. Espere dourar um lado, vire e recheie com cream cheese e a fatia de queijo.
  3. Feche a crepioca, espere o queijo derreter e então sirva.

Receita de Moqueca de Ovo Low Carb (para uma refeição)

  • 1 colher de azeite ou manteiga ghee
  • 1/2 cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 pimentão picado
  • 1 tomate picado
  • 1 xícara de molho de tomate caseiro sem açúcar
  • 4 ovos
  • sal e temperos a gosto
  1. Em uma frigideira grande, doure o alho e as cebolas. Acrescente o pimentão e o tomate e deixe ferver. Em segundo lugar, adicione o molho de tomate e deixe encorpar.
  2. Com uma colher, abra espaços no molho e vá colocando um ovo aberto em cada um. Tampe a frigideira, e baixe o fogo.
  3. Tempere a gosto, escolha o ponto dos ovos, desligue e sirva.

Como você pôde ver, a dieta low carb pode ser bem interessante e prática para as pessoas que precisam controlar seu índice glicêmico. Portanto, é uma opção muito procurada por aqueles que desejam perder peso mais rapidamente.

Se você gostou deste post, não deixe de ver como mudar seus hábitos alimentares.

Comentários

Você também pode gostar
-