Cadastre-se para receber atualizações por e-mail

x
x
Reserva financeira: por que é importante ter uma e como criá-la?

Reserva financeira: por que é importante ter uma e como criá-la?

Reserva financeira: por que é importante ter uma e como criá-la?
6 minutos para ler

Não podemos negar que a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19 pegou todo mundo de surpresa. Nesse aspecto, muitas pessoas precisaram rever suas finanças e planejar cuidadosamente os gastos ao longo do ano. Dessa forma, pensar na reserva financeira como um fundo emergencial nunca fez tanto sentido, principalmente para gerações mais novas que entraram a pouco tempo no mercado de trabalho.

Muitas pessoas não conhecem a importância de construir ao longo dos anos essa reserva ou até acham desnecessário fazer isso, porém, esse hábito pode tornar sua vida muito menos estressante e mais tranquila. A decisão de investir mensalmente e criar um montante de segurança é fundamental para controlar as finanças e prevenir situações desesperadoras.

Neste conteúdo vamos explicar detalhadamente o que significa ter uma reserva financeira, dar algumas dicas e deixar claro a diferença que isso pode fazer em sua vida. Acompanhe a leitura!

O que é uma reserva financeira?

Criar uma reserva financeira significa poupar regularmente (geralmente de forma mensal) um determinado valor para criar um fundo emergencial que será usado somente em situações imprevistas que podem aparecer. Essa é uma forma de guardar dinheiro apenas com uma finalidade, além do restante de gastos fixos ou variáveis. Por isso, é fundamental manter o orçamento em dia e ter sempre tranquilidade em relação às finanças.

Quando pensamos nessa reserva, o ideal é que ela seja 6 vezes o valor dos seus gastos mensais, para que assim seja possível suprir todas as necessidades de sua família diante de possíveis situações adversas, como doenças ou demissão. Porém, procure fazer uma avaliação detalhada de seus gastos, necessidades, objetivos e perfil financeiro para encontrar o valor ideal.

Por que é importante criar esse fundo emergencial?

Muitas pessoas ainda encaram a reserva financeira como algo dispensável e que serve apenas para quem tem grandes planos de investimento ou não tem uma fonte de renda estável. Contudo, é preciso entender que o propósito desse fundo é suprir as necessidades durante um momento não favorável da sua vida financeira, já que ela garantirá que você tenha condições de superar as dificuldades sem empréstimos ou dívidas.

Crise econômica do mercado

Segundo a chefe do departamento de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rebeca Pallis, a crise econômica causada pela Covid-19 é diferente de todas as outras já vivenciadas em nosso país. Com o recuo do PIB, a economia sofreu um choque de oferta e demanda ao mesmo tempo, devastando financeiramente a vida de muitos brasileiros.

Dessa forma, possuir uma reserva financeira é fundamental para que, em tempos de crise como esse, você consiga sobreviver sem sofrer grandes perdas financeiras e não tenha que se endividar.

Desligamento não planejado da empresa

Outro ponto que faz do fundo emergencial muito importante é o desligamento não planejado da empresa. Muitas vezes, os funcionários não estão esperando uma demissão nem preparados para o abalo que isso pode causar no planejamento financeiro da família. Com a pandemia, isso se intensificou ainda mais, pois vivemos períodos de desligamentos em massa e muitos trabalhadores não têm noção do que fazer para prover o sustento para a casa.

Desequilíbrio nas contas por gastos não planejados

Planejamento financeiro é essencial para quem busca tranquilidade e segurança, porém, muitas pessoas negligenciam esse ponto e acabam não avaliando gastos e despesas da forma correta. Nesse aspecto, possuir uma reserva financeira, por exemplo, ajuda a suprir qualquer desequilíbrio de gastos não esperados.

Doenças

Doenças são sempre situações inesperadas e que acabam demandando muito do financeiro de uma família. Assim, sem um fundo emergencial, é possível gastar muito mais do que existe guardado e criar dívidas enormes. No mesmo aspecto, possuir um seguro de vida pode ajudar a poupar ainda mais e garantir saúde para todos.

Como criar uma reserva financeira?

Ficou claro que a grande vantagem de uma reserva financeira é não dever dinheiro para ninguém em situações inesperadas. Ou seja, nada de empréstimos com amigos e família ou juros bancários batendo na porta. Poupar mensalmente fará com que sua saúde financeira fique estável. Vamos entender como fazer isso!

Avalie os gastos e rendimentos

Tenha em mente que o ponto de partida é sempre o diagnóstico financeiro. Você precisa entender sua situação e definir corretamente todos os seus rendimentos e gastos, fixos ou variáveis, para conseguir visualizar a renda média familiar. Olhar com cuidado e atenção para as despesas mensais é uma forma de entender para onde seu dinheiro vai e como poupá-lo com eficiência.

Reorganize suas contas

Depois de verificar qual é o gasto mensal, chegou a hora de organizar as contas e entender se é possível economizar em alguns aspectos. O ideal é quitar qualquer dívida existente antes de começar a guardar dinheiro. A partir disso, você pode desenvolver estratégias e se planejar para iniciar sua reserva.

Faça um controle em planilha

Uma vez que suas pendências financeiras estão em dia, chegou a hora de criar um controle dos seus gastos. A planilha pode ser sua melhor amiga nessa hora, já que ela facilita bastante a vida financeira e ajuda na visualização de metas e objetivos da sua família. Então, coloque tudo na sua planilha e veja o que pode ser realocado, cortado e investido.

Invista no Tesouro Direto

O Tesouro Direto tem se tornado uma alternativa cada vez mais popular para criar uma reserva de emergência, já que ele rende mais que a poupança e tem boa liquidez. Essa é uma opção de investimento acessível, descomplicada e segura para aplicar o seu dinheiro de forma regular.

Basicamente, nessa modalidade, você investe em títulos públicos com menor risco. Para esse processo, é preciso a ajuda de um banco ou corretora que estejam habilitados para a operação. Por isso, sempre estude e pesquise antes os termos e invista com consciência.

Ficou bem claro que adotar boas práticas de gestão monetária é essencial para quem busca tranquilidade e segurança nesse aspecto. Aqui, a contratação de um seguro de vida pode ser uma ótima solução para poupar e assegurar o bem-estar da sua família. Desse modo, possuir um seguro de vida ajuda você a economizar em gastos inesperados com doenças, condições de saúde e falecimentos, além de facilitar na hora de investir e criar uma reserva financeira.

Gostou do nosso artigo sobre o assunto? Então, compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e ajude outras pessoas a entenderem melhor sobre a saúde financeira e o fundo emergencial! Você sabia que o seguro de vida pode ajudar na sua reserva financeira? Desse modo, faça agora a sua simulação personalizada abaixo:

Comentários

Você também pode gostar
-