Como fazer o controle dos seus gastos de forma eficiente?

6 minutos para ler

Como você lida com o seu dinheiro? Para muitos, o salário acaba bem antes do fim mês. Se esse é seu caso, tem algo de errado aí.

A educação financeira é fundamental para não passar aperto, e muito dela está na forma como você usa a sua grana. O controle dos gastos é o que vai ajudá-lo a saber exatamente quais são suas despesas, quais devem ser as prioridades, e principalmente, como você gasta seu dinheiro.

Ter essa organização dá a você o controle da sua vida financeira. Você não terá mais surpresas quando as faturas chegarem e perceber que seu dinheiro acabou. Com um orçamento bem definido, bons hábitos econômicos e gestão eficiente da sua conta, você conseguirá pagar todos os boletos, comprar seus remédios, arcar com seus tratamentos, e ainda se divertir com uma quantia guardada!

Acha impossível? Nós vamos mostrar para você que não é! Neste post você entenderá a importância do controle dos gastos e conhecerá algumas dicas valiosas. Veja como lidar com seu dinheiro e nunca mais tenha problemas com suas finanças.

Aprenda como fazer um bom controle de gastos

Estabeleça prioridades

Quando o seu dinheiro cai na conta, no que você pensa primeiro? Nem todo mundo lembra do que é o mais importante, já que as despesas não animam tanto! No entanto, qualquer um tem aquelas contas que não podem ficar de lado. Elas devem vir em primeiro lugar no seu orçamento, ou seja, quando você recebe, pagá-las imediatamente é o que deve ser feito.

Neste grupo estão os gastos fundamentais, ou seja, aquelas despesas necessárias para manter seu padrão de vida. A identificação delas é importante para priorizar a alocação dos seus recursos financeiros. Portanto, faça uma lista do que é primordial e que vai consumir seu orçamento primeiro. Geralmente são despesas como:

  • Aluguel, parcela do financiamento do imóvel, condomínio ou gastos relacionados a moradia;
  • Água;
  • Luz;
  • Alimentação;
  • Plano de saúde;
  • Medicamentos;
  • Outras despesas relacionadas ao tratamento do diabetes;

Anote todos os gastos em tempo real

Comprou aquele cafezinho antes do expediente? Buscou o pão para o lanche da tarde? Anote absolutamente tudo que você gastar. Por mais que esses gastos pequenos pareçam inofensivos, quando acumulados e não registrados, eles podem confundir você. Certamente você já achou que tinha determinado valor em conta e, quando a consultou, viu que tinha bem menos. Isso é decepcionante!

Com um bom controle dos gastos, você nunca mais vai passar por isso. Quanto aos registros do fluxo da sua conta, o método fica por você. Alguns preferem o papel e caneta, enquanto outros anotam tudo em planilhas de controle. Há também os aplicativos para celulares que, integrados com sua conta bancária, registram tudo em tempo real. Assim, a todo tempo você sabe como estão suas finanças!

Determine seus custos fixos

Ao definir um orçamento e direcionar sua renda, há aquelas contas que não mudam e você sabe exatamente o quanto elas vão levar do seu dinheiro. A conta de luz, por exemplo, está lá todo mês. Ainda que o valor varie, você tem uma noção do custo e, na hora de estimar, utilize uma média dos valores cobrados nos três meses anteriores. O mesmo vale para parcelas de financiamentos, planos de saúde e outros custos que não mudam.

Seu orçamento deve sempre ser definido com base nessas despesas. Se seus custos fixos geram uma despesa de R$ 2.000,00 e você ganha R$ 5.000,00, você já deve pensar no seu orçamento a partir dos R$ 3.000,00. É desse valor que é possível planejar os custos variáveis, como a parcela reservada para diversão, o quanto você vai gastar com roupas e, claro, a fatia para investir!

Planeje seus gastos variáveis

Os custos variáveis são aqueles que, apesar de não serem recorrentes, também precisam entrar no seu controle de gastos. São compras que você planeja fazer, mas em caráter pontual, ou seja, só naquele mês. Nessa categoria você deve incluir tudo que não está registrado nas despesas fixas: gastos no cartão de crédito, compras emergenciais, roupas, saídas e o que mais precisar.

Lembre-se sempre de que o seu planejamento dos gastos variáveis só pode ser feito depois do registro dos gastos fixos. Sendo assim, o que sobrar estará disponível para que você compre o que quiser e precisar durante o mês, sempre com responsabilidade, certo?

Cultive uma reserva para emergências

Guardar dinheiro é um hábito que deveria ser ensinado desde cedo. Alguns aprendem e seguem essa prática, outros preferem gastar toda a grana. Calma lá! Imprevistos podem acontecer com qualquer um e, quando surgirem, como você vai lidar se já tiver torrado todo o seu salário? Além disso, a reserva de emergência é muito importante para situações inesperadas, além de ser muito útil para concretizar planos futuros, como realizar aquela viagem dos sonhos.

Ter um dinheiro guardado também permite que você tenha a segurança de saber que, se algo acontecer, você terá recursos para garantir seu padrão de vida. Já pensou na possibilidade de demissão? Bata 3 vezes na madeira e depois pense! A questão é que, se rolar, você tem uma reserva para passar alguns meses até se realocar, sem sufoco. Isso também te permitirá fazer melhores escolhas, pois uma vez que você não esteja desesperado(a) precisando de dinheiro, você poderá analisar melhor as propostas de trabalho.

Invista sempre que possível

Além de dinheiro para reserva de emergência, é importante analisar como aumentar o seu patrimônio. Investir é algo que você também pode pensar quando fizer o controle dos gastos, reservando sempre um valor para aplicar mensalmente. Os ganhos são inúmeros e você verá seu dinheiro crescer cada vez mais, o que gera um hábito muito vantajoso e permite voos mais altos no futuro.

Você já pensa na sua aposentadoria? Chegar na terceira idade e não ter que se preocupar com dinheiro é uma vantagem e tanto. Para isso, uma boa alternativa é a previdência privada. Você começa desde já a pensar no futuro, aplicando valores mensalmente para, daqui a alguns anos, ter uma fonte de renda estável e que dê a tranquilidade que você precisa.

Um bom controle dos gastos permite que você aproveite a vida com responsabilidade, cuidando de tudo que precisa e sem abrir mão de nada. Proteja seu dinheiro, desenvolva seu patrimônio e veja como é melhor viver a vida sem passar aperto!

Ficou interessado? Entre em contato conosco e saiba mais sobre a nossa previdência personalizada para quem tem diabetes.

Um abraço!

Comentários

Você também pode gostar
-