Entenda a importância do check-up em diabéticos e como é realizado

Entenda a importância do check-up em diabéticos e como é realizado
13 minutos para ler

Ficar com a saúde em dia é algo que requer comprometimento. O check-up é uma das ferramentas mais poderosas nesse sentido, já que ele é capaz de detectar possíveis problemas antes que se agravem em nosso corpo. É por isso que você precisa saber da importância do check-up médico em diabéticos. Quem tem a doença requer um acompanhamento médico detalhado para garantir uma boa qualidade de vida em todos os momentos.

Isso pode envolver a realização de avaliações específicas, exames e testes com base no histórico do paciente e quaisquer queixas que ele traga ao consultório. Então, além de marcar check-ups regularmente, quem tem diabetes também precisa ficar de olho no próprio corpo.

Afinal, somos nós que conhecemos nosso organismo melhor que qualquer outra pessoa. Independentemente do tipo de diabetes que uma pessoa tenha, o quadro pode evoluir e se transformar de várias formas diferentes que requerem atenção.

Quer saber mais? Este artigo trará todas as informações que você precisa para entender a importância do check-up médico em diabéticos e também como realizar de maneira adequada. Boa leitura!

O que significa fazer check-up em diabéticos?

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), pouco mais de 6% da população brasileira tem diabetes. Isso aponta um número aproximado de 209,4 milhões de pessoas. Esse levantamento também registrou um aumento de 61,8% no número de casos desde 2008. Portanto o número de pessoas com diabetes tende cada vez mais a aumentar.

Diante desse cenário, fica claro que a diabetes é uma doença que permanece na rotina de muitas pessoas. Dessa forma, ela exige cuidados específicos também da parte dos pacientes, como a preocupação em fazer check-ups periódicos.

Um check-up em diabéticos envolve consultar o médico com uma periodicidade recomendada de 3 a 6 meses. É o momento em que o especialista requisita e realiza diversos tipos de exames, além de ouvir o paciente a respeito das percepções sobre a própria saúde.

Por exemplo, monitorar o próprio nível de glicose é mais fácil com a ajuda de tecnologias como o glicosímetro

Para que possa surtir o efeito necessário, os especialistas recomendam que as pessoas com diabetes realizem o check-up sempre com o mesmo médico. Assim, ele pode acompanhar de perto a evolução do paciente.

Qual o objetivo do check-up em diabéticos?

Como no caso de qualquer outro tipo de check-up, o objetivo é sempre o de monitorar o quadro de saúde do paciente e detectar possíveis problemas antes que se tornem mais graves. No caso da diabetes, ele é ainda mais importante por se tratar de uma doença que exige atenção constante.

O principal controle que o diabético deve fazer e a maioria das pessoas conhece é o do nível de açúcar no sangue. No entanto, existem vários outros monitoramentos necessários para manter a saúde em dia.

A diabetes é um quadro clínico que causa uma série de alterações no funcionamento do corpo humano. Entre esses impactos está o aumento nas chances do desenvolvimento de uma gama de doenças em vários sistemas diferentes.

Tendo isso em mente, o check-up em diabéticos busca analisar a saúde de cada um desses sistemas com uma frequência maior do que alguém que não tem diabetes. Como o médico sabe o que está procurando, a taxa de sucesso é superior se o paciente realizar o check-up regularmente.

Por que o check-up em diabéticos é tão importante?

A manutenção da própria saúde é responsabilidade de todos nós. Para isso, é necessário contar com a ajuda de um médico preparado para fazer uma boa avaliação e mensurar a evolução do quadro de saúde.

O diabetes é uma doença considerada silenciosa. Isso significa que nem sempre o próprio paciente pode perceber que há algo de errado. Somente a avaliação médica poderá analisar com o nível de detalhe necessário para chegar às conclusões corretas.

No entanto, isso não significa que o paciente deva ignorar os sinais que o seu próprio corpo manda. Uma parte fundamental do check-up em diabéticos envolve perceber o comportamento do corpo para ajudar o médico a elaborar um retrato fiel de seu quadro de saúde.

Sem a realização regular de check-ups e um bom acompanhamento, o diabético perde o controle do próprio quadro de saúde. Isso pode ocasionar um agravamento da doença e gerar outros problemas a partir disso.

O check-up em diabéticos também é importante devido a motivos como os listados abaixo.

Revisão de medicamentos

Os remédios que o diabético toma podem necessitar de algum tipo de revisão. O check-up periódico é o melhor momento para que o médico possa revisar essas prescrições e fazer alterações.

Afinal, pode ser necessário trocar a dosagem, os horários, a frequência ou até mesmo substituir os medicamentos por outros. Essa também é a oportunidade de o paciente relatar ao médico como está se sentindo ao se tratar com esses remédios.

Prevenção contra doenças graves

O check-up regular também ajuda a se prevenir contra o agravamento do quadro de diabetes e problemas de saúde mais sérios. Somente a partir de um acompanhamento detalhado da saúde que o profissional médico pode detectar sinais preliminares de doenças sérias e tratar.

Por meio dos exames requisitados como parte do check-up, o médico é capaz de fazer uma avaliação geral da sua saúde. O profissionais da saúde pode encontrar através destes exames sinais que exijam mais atenção que nunca teriam sido percebidos sem esse recurso.

Obter recomendações para estilo de vida

O contato próximo e recorrente com o médico por meio de check-ups regulares também permite contar com recomendações para ter mais qualidade de vida. Em muitos casos, essas orientações até fazem parte do tratamento de diabetes.

É o caso, por exemplo, de receber sugestões como a prática de atividades físicas específicas, o consumo de determinados alimentos e atividades que a pessoa com diabetes pode evitar. Sem check-ups periódicos, o paciente perde essa via tão importante de aprimoramento.

Fortalecimento da relação com o médico

Outro aspecto da importância de check-up em diabéticos é fortalecer o relacionamento com o médico. Ter proximidade com ele será fundamental para que conheça o seu quadro de saúde cada vez melhor e possa se tornar instrumental para o seu tratamento.

A cada visita, o seu histórico se enriquece e o médico passa a entender melhor o seu quadro de saúde. Então, o resultado direto disso é contar com tratamentos que o profissional da saúde pensou para as particularidades do paciente com uma maior chance de sucesso.

Economia com tratamentos mais caros

Ninguém quer se surpreender com um problema de saúde grave que a pessoa tem chance de se prevenir, certo? Sem contar que essa possibilidade também tem um impacto desagradável em suas economias.

A realização de check-up em diabéticos ajuda a manter longe o risco de ter que gastar muito com tratamentos complexos e caros. Portanto, ser saudável faz bem para todos os aspectos da vida, inclusive para o bolso.

Quais são as avaliações necessárias?

A parte mais importante do check-up em diabéticos envolve a avaliação do quadro de saúde do paciente. É quando o médico monitora possíveis sinais de que a doença esteja evoluindo de alguma forma e recomenda exames para diabetes com o objetivo de obter um olhar mais detalhado do caso.

Como a diabetes causa impactos em várias áreas do corpo humano, o check-up em diabéticos também precisa considerar toda essa variedade. Ou seja, costumam os médicos costumam recomendar exames nas áreas cardiovascular, oftalmológica, neurológica, entre outras.

A seguir, confira quais são as principais avaliações realizadas no check-up em diabéticos.

Avaliação das taxas de açúcar no sangue

O controle das taxas de açúcar no sangue estão entre as principais preocupações de quem tem diabetes. A consulta regular com o médico ajudará nesse sentido, contanto que ocorra em uma frequência adequada.

Um dos exames que costuma ser requisitado é o de hemoglobina glicada. Também chamado de hemoglobina A1c, HbA1c ou hemoglobina glicosilada, ele é capaz de apontar a média dos níveis de glicose no sangue do paciente nos últimos 3 meses.

Outro exame que pode ser indicado para o controle das taxas de açúcar no sangue que é parte do check-up em diabéticos é o de glicemia em jejum. No entanto, diferente do teste de hemoglobina glicada, esse exame deve ser realizado com um jejum de 8 a 12 horas.

Avaliação dos rins

O monitoramento da saúde dos rins é outra parte muito importante do check-up em diabéticos. Acima de tudo, essa é a melhor forma de se prevenir contra insuficiência dos rins, um quadro que tem chances maiores de se desenvolver em quem tem diabetes.

É comum que o médico indique um exame chamado microalbuminúria, além de realizar o monitoramento da função do rim.

Avaliação dos olhos

Quem tem diabetes é mais propenso a ter perda de visão ao longo da vida. Isso exige um cuidado adicional no acompanhamento da saúde ocular. Portanto, deve fazer parte do processo de check-up em diabéticos.

Os problemas mais comuns são relacionados à retina. Então, os médicos costumam indicar um exame chamado de fundoscopia, conhecido também como exame de fundo de olho. O tratamento a laser também pode ser empregado para conter um problema que esteja mais avançado.

Avaliação cardiovascular

O cuidado com doenças cardiovasculares é outro ponto importante do check-up em diabéticos. Em suma, esse público tem mais probabilidade de desenvolver problemas como acidente vascular cerebral (AVC), angina do peito, infarto e outros.

Parte desse cuidado envolve monitorar o nível do colesterol. Além disso, é comum que o médico recomende exames a partir de sintomas como cansaço após certos esforços e dores no peito, e também para quem fuma há longa data.

Avaliação neurológica

Outra etapa fundamental do check-up em diabéticos envolve a avaliação do quadro neurológico do paciente. Por isso, o médico costuma empregar o teste do monofilamento, um exame neurológico detalhado.

Um dos principais riscos para a saúde nesse caso é o desenvolvimento de neuropatia diabética, cujos sintomas são formigamentos e dores em contato mínimo. Como resultado, Lesões nervosas podem passar despercebidas, agravando o quadro se não forem notadas cedo.

Avaliação do risco de infecções

Por fim, outra possibilidade comum em um check-up em diabéticos é a avaliação do risco de infecções. Afinal, esses pacientes têm mais chances de sofrer com doenças infecciosas, exigindo uma atenção maior nesse sentido. Essa relação pode até servir de ponte entre Coronavírus e diabetes.

É possível se prevenir contra diversas doenças infecciosas por meio de vacinas. Então, o diabético deve atentar às que deve tomar e seu calendário de aplicação.

Por que essa iniciativa faz a diferença nos seguros?

A contratação de determinados serviços pode ser essencial para a manutenção da saúde. Por exemplo, você já pensou em utilizar um plano de saúde para diabético?

O cuidado com a saúde também tem um impacto direto na qualidade desses serviços. Em alguns casos, as empresas premiam os beneficiários com melhor desempenho de saúde. Então, a melhor forma de garantir isso é com a realização periódica de check-ups.

Um seguro de vida, por exemplo, serve para garantir a segurança financeira de familiares e outros dependentes no caso de morte ou invalidez do beneficiário. Em qualquer caso de doença crônica, um dos fatores fundamentais para a manutenção da saúde é a realização de check-ups regulares.

Vale a pena conversar com um representante de seguros para entender de quais formas esses prêmios são entregues e quais são os critérios para recebê-los. Da mesma forma, cuidar da própria saúde também é a sua própria recompensa.

Como a WinSocial pode ajudar?

A WinSocial é seguro de vida que recompensa suas atitudes saudáveis. Colocar os check-ups periódicos em sua rotina não só contribuirá para uma saúde equilibrada como também trará recompensas para você.

No segmento de seguros de vida, é comum ver a prática de preços abusivos para pessoas que têm doenças crônicas como a diabetes. A WinSocial busca reverter esse quadro ao incentivar seus segurados a viverem com cada vez mais saúde.

A contratação do seguro de vida da WinSocial é rápida e prática, podendo ser realizada de forma totalmente online. Basta acessar o site para fazer uma simulação sem compromisso e conhecer as vantagens.

O cuidado com a saúde deve fazer parte da rotina de todos. Da mesma forma para quem tem diabetes requer um acompanhamento mais próximo tanto do médico quanto de si mesmo. O melhor exemplo disso é a importância de check-ups regulares.

Portanto, o próximo passo deve ser conversar com o seu médico para entender as particularidades do seu quadro de saúde. A partir daí, consulte-o sobre a melhor regularidade para os seus check-ups. Em geral, recomenda-se que ocorram em intervalos de 3 a 6 meses.

A diabetes é uma doença que pode contribuir para o surgimento de outros problemas em várias áreas do corpo. Certamente, somente com um monitoramento próximo desses riscos que será possível ter tranquilidade e qualidade de vida.

O que acha de aprender mais sobre como a WinSocial pode ajudar a contribuir com essa tranquilidade para a sua vida? Basta acessar o site e entrar em contato.

Comentários

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-