Tem diabetes e quer seguir uma alimentação saudável? Saiba como!

6 minutos para ler

A alimentação de quem tem diabetes deve ser bem equilibrada na quantidade e no conteúdo. Nesse sentido, constitui uma maneira saudável de nutrir o organismo de qualquer pessoa.

Por sua vez, pessoas com diabetes precisam observar certos cuidados quando se alimentam, a fim de evitar grandes descargas de glicose no organismo. Para isso, é importante incluir alguns hábitos na quantidade, na forma de ingerir e nos tipos de alimentos utilizados.

Neste post, você vai conhecer algumas dicas relevantes para seguir uma alimentação saudável. Continue a leitura e descubra como fazer!

Como tornar mais saudável a alimentação da pessoa com diabetes

Faça mais e menores refeições por dia

Além de precisar ser uma alimentação variada, o ideal é que as refeições para as pessoas com diabetes sejam ser menores, isto é, deve-se comer menos de cada vez. Por outro lado, é recomendável um maior número de momentos de alimentação, distribuindo-os ao longo do dia. Uma boa regra que pode ser adotada nesse sentido é evitar passar mais que 3 horas sem se alimentar. Para se obter esse resultado, fazer pequenos lanches entre as refeições principais é o melhor caminho. Com isso, a alimentação será realizada 5 ou 6 vezes durante o dia.

Adotando essa regra, isto é, parcelando a ingestão do alimento evitam-se as grandes picos de glicose no organismo (elevação da glicemia). Além disso, essa medida traz outras vantagens: a digestão é facilitada e o aproveitamento final será bem melhor.

Aprenda a substituir

A alimentação da pessoa diagnosticada com diabetes não difere muito daquela realizada por uma pessoa que se alimenta de forma saudável. Apenas alguns cuidados devem ser tomados e, para esse fim, aprender a substituir os alimentos pode ser de grande valia. Assim, por exemplo, evite molhos industrializados para temperar saladas e substitua por limão, azeite ou ainda vinagre aromático. Outra forma de substituição prazerosa é a redução do consumo de algum tipo de carboidrato da refeição (pão, arroz ou batata), a fim de poder desfrutar de uma pequena sobremesa.

Esses cuidados conscientes permitem o aproveitamento do prazer da comida sem incorrer no risco dos excessos. Afinal, essa é uma reeducação alimentar importante e que vale para todos que desejam desfrutar de uma vida saudável.

Esteja atento aos carboidratos

Carboidratos constituem um grupo de nutrientes essenciais para atender às necessidades energéticas do organismo. São eles os responsáveis por fornecer a glicose necessária para o funcionamento regular do corpo. Por esse motivo, devem estar presentes na dieta todos os dias, embora de maneira moderada.

Pessoas com diabetes precisam observar ao tipo de carboidrato que será utilizado na rotina da alimentação, assim como a quantidade. Desse modo, devem ser evitados os chamados carboidratos simples como doces, refrigerantes e bolos, entre outros. Nesse sentido, a preferência deve ser dada aos carboidratos complexos, como aqueles existentes nas leguminosas, batatas e massas. De novo, deve ser levada em conta a ressalva de serem evitados os excessos, equilibrando cada refeição com os diversos nutrientes.

Powered by Rock Convert

Prefira carne branca

As carnes de todos os tipos, de maneira geral, estão entre as melhores fontes de proteína, um nutriente essencial para qualquer pessoa. As carnes vermelhas, além disso, garantem um bom suprimento de ferro e vitamina B12, entre outras. No entanto, podem facilmente apresentar grandes quantidades de gorduras saturadas, o que deve ser evitado. Isso ocorre particularmente com alguns cortes como picanha, filé mignon e contrafilé.

Assim, prefira as carnes brancas, como frango ou peixe, sob as diversas formas de preparo procurando, no entanto, evitar as frituras. Distribua ao longo da semana o tipo de carne utilizado a cada dia. Em sua rotina, se for consumir carne vermelha, escolha os cortes magros tais como lagarto, patinho ou alcatra. Com o mesmo cuidado, evite o preparo que incorpore óleos ou gorduras.

Fale com seu nutricionista sobre beber um copo de leite desnatado diariamente

A osteoporose é uma condição que resulta do processo de descalcificação dos ossos e, desse modo, induz a riscos de fraturas. Pessoas com diabetes podem apresentar maior facilidade para o surgimento da osteoporose. Por sua vez, o elemento cálcio é o principal nutriente que fortalece os ossos e que consegue evitar a osteoporose. Por essa razão, sua ingestão deve ser um aspecto importante a ser considerado na alimentação.

Assim, profissionais recomendam o consumo de um copo de leite desnatado (para evitar as gorduras do leite) todos os dias. Com essa medida, é possível suprir boa parte das necessidades e garantir ossos mais fortes, além de fornecer outros importantes nutrientes. Entretanto, é preciso conversar com seu nutricionista sobre esta medida.

Consuma leguminosas três vezes por semana

As leguminosas (feijões, grão-de-bico, lentilha e ervilha), assim como outros grãos integrais, constituem uma excelente opção alimentar para qualquer pessoa. Isso porque apresentam uma feliz combinação de nutrientes como proteínas, vitaminas, minerais e fibras facilmente acessíveis. Além disso, oferecem algumas importantes vantagens quando na presença de diabetes como, por exemplo, serem capazes de manter estáveis os níveis glicêmicos. A presença de fibras nessas sementes reduz a velocidade com que a glicose é absorvida do alimento pelo organismo.

Por essa razão, as leguminosas devem fazer parte da dieta da pessoa com diabetes. Para esse fim, basta incluir leguminosas em suas refeições, pelo menos 3 vezes por semana, sempre observando a redução do uso de gorduras no seu preparo.

Inclua verduras e frutas em sua rotina alimentar

Uma alimentação saudável deve incluir frutas e verduras variadas rotineiramente. Para as pessoas com diabetes a regra é a mesma, embora a forma de cumpri-la possa diferir um pouco. Com relação às frutas, o cuidado a se observar é comer pequenas quantidades de cada vez. Além disso, evite comer frutas isoladamente, mas sempre acompanhadas de outro alimento, que pode ser um pão ou uma bolacha.

Uma boa maneira de incluir a fruta é como sobremesa. Assim, não será ingerida isoladamente e, ao mesmo tempo, dará o prazer do doce após a refeição. Com relação às verduras, as mais indicadas são as folhosas e as escuras, como brócolis, espinafre, rúcula e alface, entre outras. Sua riqueza em nutrientes como cálcio, vitaminas A, B, C e K, além de magnésio, ferro e potássio, entre outros as indica para serem utilizadas diariamente.

Essas dicas para alimentação da pessoa com diabetes têm a característica de orientar para uma vida saudável. Nesse sentido, podem ser adotadas por qualquer pessoa que deseje alimentar-se de forma equilibrada.

Gostou do nosso post? Então, conheça também algumas importantes dicas de como mudar os hábitos alimentares.

Comentários

Você também pode gostar
-