Pilates e diabetes: entenda os benefícios da prática para o controle da doença

6 minutos para ler

A prática de atividades físicas é algo fundamental para a saúde. Felizmente, existem diversas opções para escolher ao decidir se movimentar. Você já ouviu falar na relação entre pilates e diabetes, por exemplo?

O método pilates pode trazer uma série de benefícios para a qualidade de vida das pessoas, especialmente para aquelas que têm diabetes. É uma forma de praticar exercícios físicos pensados exatamente para as suas particularidades, além de proporcionar um tratamento completo ao corpo.

Quem tem diabetes precisa tomar alguns cuidados específicos com a saúde, como manter o nível de glicose sob controle e ter atenção especial à circulação sanguínea. Então, é uma ótima notícia saber que o pilates ajuda bastante nisso e em vários outros aspectos.

Quer saber mais? Então, confira este artigo para entender as interações entre pilates e diabetes, além dos benefícios desse método para a saúde.

O que é pilates?

O pilates é um conjunto de atividades físicas realizadas de maneira independente ou com o auxílio de aparelhos. A técnica foi desenvolvida pelo fisioterapeuta e educador físico alemão Joseph Pilates. Para ele, é fundamental que exista equilíbrio entre corpo e mente ao realizar atividades físicas, a fim de contribuir para a qualidade de vida das pessoas.

Entre os objetivos do pilates estão o fortalecimento da musculatura estabilizadora profunda do abdômen, o aumento da consciência corporal, a reeducação postural e de movimento e a promoção de maior mobilidade nas articulações. Devido a essas características, o pilates é apontado como uma atividade física bastante completa para qualquer pessoa.

A prática do pilates foi criada para ser acessível e respeitar as capacidades do indivíduo, podendo trazer benefícios tanto a um atleta consagrado quanto a alguém com mobilidade reduzida. É uma alternativa às demais atividades físicas, que tendem a trabalhar apenas alguns músculos e oferecem várias restrições.

Os dois tipos principais de pilates são os seguintes:

  • pilates solo: também chamado de “mat pilates” (ou “pilates de tapete”), esse tipo de envolve a realização de exercícios que requerem apenas o próprio corpo, dispensando aparelhos e acessórios;
  • pilates em aparelhos: como o nome já adianta, trata-se de um tipo de pilates que utiliza aparelhos para a realização de seus exercícios, auxiliando o indivíduo a realizar os movimentos necessários.

Por que o pilates é benéfico para quem tem diabetes?

A maioria das pessoas sabe da importância da realização de atividades físicas para a saúde. No entanto, com os níveis de sedentarismo se mantendo altos, fica nítido o quanto nem todo mundo toma alguma atitude quanto a isso. Esse problema é ainda mais grave quando falamos de pessoas com diabetes.

Um dos reflexos da prática de exercícios é o controle da glicose do organismo, algo fundamental para o bem-estar de quem tem diabetes. Também é um ótimo caminho para controlar a obesidade e o estresse. Nesse sentido, o pilates se mostra como uma excelente alternativa para quem deseja começar a se movimentar.

Conheça, a seguir, os principais benefícios do pilates para quem tem diabetes.

Adaptação às necessidades

Além de ineficaz, contar com um treino físico que não é personalizado para as suas necessidades é até perigoso. Simplesmente se matricular em uma academia para começar a se exercitar sem supervisão não é o caminho para deixar o corpo mais saudável, ainda mais se você tem diabetes.

Ter o pilates como forma de atividade física é algo muito mais direcionado às suas necessidades. Os exercícios são pensados para o que você precisa e levam em consideração as particularidades do diabetes.

Método acessível

O pilates é uma técnica acessível tanto para quem tem bom condicionamento físico quanto a quem está sedentário. Os exercícios tendem a usar o próprio corpo para serem desenvolvidos, além de serem pensados especialmente para as suas necessidades pelo profissional encarregado.

Existem diversas formas de atividades físicas possíveis, mas nem todas são acessíveis a quem tem problemas de saúde ou algum tipo de limitação. O pilates se mostra como uma opção bastante valiosa, já que se adapta às características e necessidades do aluno.

Estímulo das musculaturas

O corpo humano possui diversos músculos que precisam ser trabalhados, mas nem sempre são contemplados em treinos de musculação convencionais. Esses tendem a se concentrar mais em fortalecer braços, peito e pernas, enquanto o “core” (nome dado ao grupo de músculos na região abdominal e lombar responsável pela estabilidade) permanece negligenciado.

Para quem tem diabetes, a prática do pilates é uma boa opção por estimular a flexibilidade dos tendões, ombros e falanges. Outra característica dessa prática é a realização de alongamentos importantíssimos para a manutenção dos tecidos musculares.

Melhora da circulação

É particularmente importante para pessoas com diabetes fazer atividades capazes de estimular a circulação sanguínea. No entanto, não são todas as atividades físicas que podem ajudar nisso com excelência.

Este é outro dos benefícios do pilates: a prática é capaz de estimular a flexibilidade, a respiração correta e a circulação sanguínea, evitando problemas vasculares no indivíduo, como é o caso da aterosclerose.

Reestruturação postural

A má postura pode trazer uma série de malefícios para a saúde, indo desde problemas circulatórios até dores crônicas na musculatura. Para quem tem diabetes, a prática do pilates é uma excelente forma de se reeducar em relação à postura.

Isso ocorre porque o pilates trabalha a musculatura necessária para sustentar a postura correta. Quem não tem um bom condicionamento físico na área do “core” tem mais dificuldades para isso e acaba pendendo para uma postura incorreta.

Aumento da disposição geral

Para qualquer pessoa, a sensação de bem-estar é essencial para viver bem. Durante o dia a dia, é sempre valioso buscar a realização de atividades que proporcionem esse benefício e o pilates é uma excelente forma de alcançá-lo.

Ter disposição é muito importante para que o corpo continue funcionando adequadamente. Manter a fadiga longe é um dos vários benefícios do pilates que são altamente eficazes para o controle da diabetes.

Como você pôde conferir, a relação entre pilates e diabetes traz muitos benefícios para a saúde. Quem tem consciência da importância da prática de atividades físicas, mas ainda não começou a realizar nenhuma porque não encontrou a melhor opção, pode escolher o método pilates para aproveitar uma maior qualidade de vida.

Essas informações ajudaram você a enxergar novas possibilidades para o seu bem-estar? Então, compartilhe o artigo nas suas redes sociais para que os seus amigos também conheçam os benefícios do pilates.

Comentários

Você também pode gostar
-