Entrevista com Noelly Dantas

5 minutos para ler

A WinSocial acredita que são suas atitudes que te definem e não sua condição de saúde. Realizamos uma série de entrevistas com pessoas com diabetes que fazem a diferença, para mostrar que a vida pode ser doce para todos!

WinSocial: Noelly, para começarmos o nosso bate papo gostaria que você se apresentasse.

Noelly Dantas: meu nome é Noelly Dantas, tenho 28 anos e sou formada em Nutrição. Tenho Diabetes tipo 1 desde 2015 e em novembro completo 4 anos de diagnóstico. Como hobby gosto muito de ler e ver séries.

WS: quando a diabetes é diagnosticada, é necessário mudar não só o comportamento mas também a forma de olhar a vida. Você pode nos contar sobre como se sentiu nesse momento?

ND: as pessoas acham meio louco da minha parte. Quando eu tive o diagnóstico em 2015 minha vida teve uma reviravolta, mas a minha aceitação foi muito rápida. Não tive tempo de ficar deprimida, de luto e isso aconteceu de forma muito rápida. Fiquei triste uma semana, mas 15 dias depois do diagnóstico já estava medindo a glicemia em público e não parei de viver. Sempre fui uma pessoa muito resiliente e a adaptação a diabetes foi mais uma situação para me superar. Um grande benefício (presente) foi a possibilidade de entrelaçar a Diabetes com meu trabalho de nutricionista. Transformei e direcionei minha carreira por causa do diagnóstico.

WS: conte-nos mais sobre essa transformação na carreira.

ND: quando fui diagnosticada não sabia nada sobre o tema. Mas isso não era um problema só meu, era da sociedade. As pessoas a minha volta também não sabiam nada e isso me instigou a estudar mais sobre o assunto para levar mais informações para outras pessoa. Graças ao crescimento das mídias sociais, criei o meu Instagram para falar sobre diabetes, alimentação, tecnologias no tratamento e estilo de vida saudável, sempre com o objetivo de educar as pessoas sobre tratamento e acabar com mitos, mostrando que é possível ter uma vida saudável e ser normal convivendo com diabetes.

WS: o que você faz no dia a dia para cuidar da saúde?

ND: eu cuido muito da alimentação, a única diferença da minha para as demais pessoas é que eu conto os carboidratos. Faço atividade física e não deixo de fazer o tratamento, além de seguir com a prescrição médica.

WS: A diabetes já te impediu de fazer alguma coisa?

ND: não. Porque quando eu descobri a diabetes eu já trabalhava, não passei por processos seletivos e isso me resguardou para não passar por nenhum processo de exclusão. Infelizmente esse tipo de situação ainda acontece em algumas empresas.

WS: mudando um pouco o tom da conversa, você tem alguma história engraçada sobre diabetes que queira compartilhar?

ND: certa vez peguei o Uber com mais amigos diabéticos e o motorista do Uber também tinha DM1. Estávamos indo para um evento de Diabetes e falando sobre o evento, daí o motorista super jovem virou pra gente e disse super entusiasmado: ” – Eu também tenho diabetes tipo 1!”. Enfim, fomos conversando absolutamente tudo sobre diabetes ao longo da viagem…

Powered by Rock Convert

WS: além dos gastos cotidianos, como o transporte, táxi etc, sabemos que a pessoa com diabetes tem os custos com o manejo. Você já parou para pensar o quanto você gasta com o seu tratamento?

ND: sim, aproximadamente R$ 1.100 reais por mês.

WS: aqui na WinSocial fazemos pesquisas sobre planejamento financeiro para quem tem diabetes. Acha o tema importante para quem tem essa condição de saúde?

ND: acho extremamente importante para pessoas que tenham doenças crônicas ou uma condição de saúde que envolva recurso financeiro para manutenção do tratamento. Eu agora estudo sobre finanças (pelo menos tento). Tinha até uma poupança mas hoje faço investimentos com ajuda do meu namorado. Acredito que planejamento financeiro deveria ser matéria básica na escola, mas a maioria cresce sem. É essencial que você tenha o planejamento privado a longo prazo, aposentadoria privada (previdência) ou seguro de vida, pois pode acontecer uma fatalidade com qualquer pessoa, tendo diabetes ou não. É essencial esse tipo de proteção!

WS: você acha que WinSocial pode ajudar não só a você, mas outras pessoas diagnosticadas com diabetes?

ND: todas as pessoas deveriam no mínimo serem informadas sobre o projeto de vocês. Eu até falei no vídeo que gravei que só falamos sobre o tratamento de saúde, mas ninguém fala sobre planejamento a longo prazo. A WinSocial tem uma conduta e formato muito interessante. Acho incrível a forma com vocês trabalham e ajudam a levar conhecimento para outras pessoas.

WS: se você pudesse dar um conselho para alguém que acabou de descobrir que tem diabetes, o que você diria?

ND: primeiro se tranquilize, busque informações de fontes sérias e confiáveis, mantenha a calma e a tranquilidade porque isso é uma evolução. Uma escadinha que todo dia a gente aprende um pouquinho. No inicio é muito difícil, mas com o tempo a situação fica mais leve.

WS: para finalizar, em uma palavra, viver com diabetes é:

ND: evolução!

Se você gostou da entrevista e quer saber mais sobre Seguro de Vida & Previdência para quem tem Diabetes, clique aqui e acesse o site da WinSocial.

Confira outras entrevistas…

Comentários

Você também pode gostar
-