9 erros que contribuem para que você não consiga a independência financeira

6 minutos para ler

Quem não sonha em conquistar a independência financeira, deixar o emprego e passar mais tempo com a família e seus hobbies? Isso não precisa ser um sonho distante, bastando evitar cair em alguns erros graves.

Muitos dos obstáculos no caminho até a independência financeira são maus hábitos adotados pelas pessoas, que acabam comprometendo todo o plano. Não se trata apenas de economizar a todo custo, mas de mudar a mentalidade em relação ao dinheiro.

Neste artigo, vamos detalhar o que realmente é independência financeira e quais os principais erros que podem afastar você desse objetivo. Boa leitura!

O que é independência financeira?

A independência financeira é um estágio em que alguém não depende de um emprego tradicional para viver de forma confortável em seu estilo de vida. Isso proporciona mais tempo para se dedicar aos hobbies, mais saúde ao se livrar das pressões do dia a dia profissional e até abrir um negócio próprio no segmento que sempre sonhou.

Para alcançar a independência financeira, a pessoa precisa unir dois esforços distintos: ter uma fonte de renda que não envolva um emprego tradicional e uma boa educação financeira para utilizar seus recursos de maneira inteligente.

Tal objetivo pode ser alcançado usando a combinação de uma série de esforços. Por exemplo, o investimento em renda fixa ou variável é uma forma de fazer os seus recursos trabalharem a seu favor. Também é necessário contar com um controle financeiro com regras a serem seguidas.

Quais erros prejudicam o objetivo de alcançar a independência financeira?

A ideia da independência financeira parece atrativa para você? Ela está entre os objetivos de muita gente, mas nem todos conseguem alcançá-la. Isso porque, por mais que as intenções sejam boas, determinados erros aqui e ali podem prejudicar o andamento dessa estratégia e colocar tudo a perder.

Veja, a seguir, 9 erros que contribuem para que você não consiga a independência financeira.

1. Não controlar os gastos

Ter ideia do dinheiro que está entrando e saindo no seu dia a dia é essencial para alcançar a independência financeira. Sem isso, você nem terá como começar o seu plano, já que não terá ideia da sua atual situação. Existem várias formas de fazer isso, seja com um aplicativo ou o bom e velho caderno de notas. Seja como for, não deixe de registrar as suas movimentações e acompanhá-las como parte do seu cotidiano.

2. Não negociar valores

É possível economizar muito ao criar o hábito de negociar. Nem sempre o valor cobrado realmente precisa ser aquele. Você já pensou nisso? Se você não tem esse hábito, pode acabar pagando muito mais caro por diversos produtos e serviços. Experimente negociar esses valores para conferir as chances de ter seus preços diminuídos ou até mesmo a troca para outra solução mais barata.

3. Não resistir a esquemas “milagrosos”

Todos os dias surgem novos esquemas que supostamente são capazes de deixar alguém rico muito rápido. Para que o seu plano de independência financeira não seja prejudicado, você precisa resistir a esses golpes. Pense sempre da seguinte forma: se algo parece bom demais para ser verdade, provavelmente é mentira. Ganhar muito com zero esforço é algo que estimula as expectativas e motivações das pessoas, então, é comum que muitas caiam nessa. Não deixe que isso aconteça com você.

Powered by Rock Convert

4. Não investir sabiamente

Investir em ações de renda fixa (como Tesouro Direto) ou variável (como ações) é uma ótima forma de fazer o seu dinheiro trabalhar por você. Existem diversos planos e estratégias envolvidos nesse âmbito, então, vale a pena dedicar um tempo a aprender sobre isso para tomar as decisões certas.

O que há de mais errado nessa área é ignorar as vantagens e não investir. Esse é um passo fundamental para você alcançar a independência financeira, já que ajuda a ampliar seus recursos e funciona de maneira contínua.

5. Não pesquisar preços

Comprar sempre o primeiro produto que você vê não é uma decisão sábia em matéria de independência financeira. Uma boa pesquisa pode revelar alternativas mais baratas que valem muito mais a pena. Com o advento do comércio eletrônico, pesquisar preços não exige mais que você passe horas na rua em busca das lojas. Use essa ferramenta a favor das suas finanças.

6. Não detectar padrões

Acompanhar os seus próprios gastos e ganhos é algo fundamental para a independência financeira, mas isso precisa ser feito de maneira analítica. Se você não tem o hábito de buscar padrões em suas movimentações, ficará muito difícil encontrar formas de otimizar seus ganhos.

Por exemplo, pode ser que você acabe gastando muito mais em determinado mês, em relação aos demais. Em vez de achar isso normal, é preciso comparar o período com os demais e entender as fontes desses gastos.

7. Não garantir uma aposentadoria

Falar de independência financeira é algo que tem tudo a ver com conforto pelo resto da vida, especialmente na terceira idade. Você tem algum plano de aposentadoria? Não se preparar dessa forma é um erro grave de planejamento, que pode impactar seus recursos. Busque um serviço de previdência privada com o qual, a partir de investimentos menores mês a mês, você terá menos preocupações ao final da vida.

8. Não adaptar sua estratégia

Os seus esforços em função de independência financeira precisam ser flexíveis. Ao detectar problemas, você deve ser capaz de adaptar a sua estratégia para corrigir o que está errado. Se não fizer isso, a tendência é que você continue afundando em seus próprios erros.

Encare a sua folha de movimentações como um rascunho. Procure enxergar modificações que consigam gerar mais ganhos para você e que otimizem seus gastos. Ao fazer isso periodicamente, as suas chances de sucesso aumentam progressivamente.

9. Não controlar o cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser uma ferramenta muito útil para quem controla os próprios gastos, mas uma arma letal para quem não se organiza. Se você se enquadra no segundo grupo, precisa urgentemente cortar o uso desse recurso. Afinal, ele pode se tornar um grande vilão no seu caminho até a independência financeira. Livre-se da ilusão de que o cartão de crédito possibilita gastar sem precisar pagar.

Para quem quer alcançar a independência financeira, cometer erros pode ser altamente prejudicial. Muitos desses problemas acontecem por falta de conhecimento ou hábitos ruins, então, é preciso repensar uma série de conceitos ao viver dessa forma. Considere os pontos levantados neste artigo e aprimore a sua postura diante do dinheiro.

Quer ajuda para potencializar seus ganhos? Então entre em contato conosco pelo site para saber mais!

Comentários

Você também pode gostar
-